"É urgente reinventar algumas respostas para a deficiência"