CEERIA requalifica Centro de Atividades Ocupacionais

quinta-feira, 30 julho 2020

Estão a decorrer as obras de requalificação do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) do CEERIA. A empreitada vai construir um edifício de dois andares e com pátio interior “que terá as condições de habitabilidade adequadas para técnicos e pessoas apoiadas”. A obra é cofinanciada pelo programa Portugal 2020 e tem conclusão prevista para o final do próximo ano. No rés-do chão do futuro edifício vai funcionar o CAO enquanto o 1.º andar vai servir para acolher 16 pessoas apoiadas pela valência de Centro de Apoio Residencial (CAR) que atualmente habitam nas residências do CEERIA no Lameirão. Serão construídos sete quartos duplos e dois individuais. Trata-se da “primeira pedra” do “final de um ciclo”, revela José Belo. O presidente da Direção do CEERIA refere-se aos “enormes esforços” iniciados em 2014 com a inauguração do polo da Quinta das Freiras e, mais recentemente, com a total renovação do palacete do CEERIA. “Ter instalações adequadas é um sonho antigo que agora está perto de se concretizar”, congratula-se José Belo. A obra está avaliada em 1.405.345,04€ aos quais acresce o IVA à taxa de 6%. A empreitada será comparticipada em cerca de 800 mil euros, sendo os restantes cerca de 700 mil euros provenientes de fundos próprios da instituição. Para salvaguardar a segurança de técnicos e pessoas apoiadas, os trabalhos de remoção de terras serão realizados, na sua maioria, durante o mês de agosto, período no qual as instalações junto à sede da instituição terão menos atividade. Entretanto, para fazer face aos constrangimentos criados pelas obras de requalificação do CAO, o CEERIA está a realizar obras num logradouro do palacete com o objetivo de criar um parque de estacionamento provisório